Cuiabá, 19 de dezembro de 2014
Home » Destaque, Esportes, Infraestrutura

Confira andamento das obras da Copa em Cuiabá

30 abril 2012 0 Comentários

O mês de abril marcou o início das grandes obras de mobilidade urbana da Copa do Mundo de 2014 em Cuiabá e Várzea Grande. O RepórterMT listou as que estão em andamento e também as que foram finalizadas, como é o caso da ponte sobre o córrego Gumitá. Ela só será liberada após a conclusão do prolongamento da Avenida Jurumirim. O novo trecho vai ajudar a desafogar o trânsito da Avenida do CPA e Miguel Sutil.

Segundo informações da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), nas próximas semanas serão liberadas as obras das trincheiras da Avenida Miguel Sutil – Jurumirim, Santa Rosa e Verdão, que já estão com as ordens de serviço liberadas. A expectativa é que nas próximas semanas sejam iniciadas as intervenções nos locais. O custo total das trincheiras é de R$ 82 milhões (com ICMS).

Confira a seguir as principais obras de mobilidade urbana:

CORREDOR MÁRIO ANDREAZZA

A trincheira Mário Andreazza integra uma série de obras já iniciadas que completam o corredor Mário Andreazza, via que facilita o trânsito entre o Aeroporto Marechal Rondon e a Arena Pantanal. A trincheira está orçada em R$ 5,2 milhões e será finalizada num prazo de 210 dias.

A obra será construída no cruzamento da avenida Miguel Sutil com a avenida Ciríaco Cândia, nos bairros Santa Isabel e Cidade Verde. Ela faz parte do plano B de locomoção entre aeroporto/arena, aeroporto/rede hoteleira. Além de facilitar o acesso das regiões Norte, Nordeste e Noroeste de Mato Grosso à capital. As obras ligadas ao corredor Mário Andreazza também são importantes para a trafegabilidade até o Centro Oficial de Treinamento (COT) da Barra do Pari, em Várzea Grande.

O corredor Mário Andreazza está previsto na Matriz de Responsabilidade, documento onde estão registrados os compromissos assumidos entre os governos municipais e estaduais junto ao governo federal e à FIFA. Duas obras compõem o corredor: a duplicação da rodovia e da ponte sobre o rio Cuiabá.

COXIPÓ

Outras três obras de mobilidade urbana foram lançadas no mês de abril na região do Coxipó para dar fluidez ao trânsito. As obras correspondem à construção de uma nova ponte de concreto armado sobre o Rio Coxipó, ao prolongamento da Rua dos Eucaliptos, e ao início da construção da trincheira no cruzamento da Avenida Miguel Sutil com a Avenida Cyríaco Cândia, também na capital.

Segundo a Secopa, a nova ponte ligará o entroncamento da Rua dos Eucaliptos com a Avenida Archimedes Pereira Lima, no bairro Jardim das Palmeiras. A obra faz parte das chamadas obras de desbloqueio, que criarão rotas alternativas de tráfego durante as grandes intervenções de mobilidade urbana nas principais vias de Cuiabá. O custo é de R$ 3,9 milhões e terá uma extensão de 130 metros.

Quando estiverem em andamento as intervenções na Avenida Fernando Corrêa da Costa, como a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), a nova ponte criará uma alternativa de deslocamento para os moradores da região do Coxipó.

O prolongamento da Rua dos Eucaliptos resultará na pavimentação de 1.235,32 metros, que interligará a Avenida Fernando Corrêa da Costa à Avenida Archimedes Pereira Lima, após a nova ponte do Rio Coxipó ser concluída. O prazo de conclusão é de 150 dias e tem valor de R$ 1,6 milhão.

A terceira obra é a trincheira que será construída no cruzamento da Avenida Miguel Sutil com a Avenida Cyríaco Cândia, nos bairros Santa Isabel e Cidade Verde. O trecho viabilizará mais um caminho para se chegar até a Arena Pantanal via Estrada da Guarita, para quem sai do Aeroporto Marechal Cândido Rondon de Várzea. A obra está orçada em R$ 5,2 milhões. A trincheira terá 379,35 metros e o prazo para entrega da obra é de 210 dias.

Segundo informações da Secopa, em relação às obras de mobilidade do Coxipó as empresas já iniciaram o processo de mobilização e o plano de trabalho. A empreiteira também já solicitou junto à prefeitura o pedido solicitando à interdição Das vias públicas nas mediações.

AEROPORTO

Deu início em março, contrato com a empresa Engeglobal Construções para a execução da primeira etapa das obras de reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Marechal Rondon de Cuiabá/Várzea Grande. Os serviços fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e deverão estar prontos até dezembro de 2013, ao custo de R$ 91,33 milhões.

A primeira fase das obras compreende a construção do novo prédio administrativo da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e a demolição de edificações e infraestruturas, necessárias para a reforma e ampliação do terminal de passageiros.

FINALIZADAS

A ponte sobre o córrego Gumitá é uma das obras da Copa que já estão quase prontas. Ela só será liberada após a conclusão do prolongamento da Avenida Jurumirim. O novo trecho vai ajudar a desafogar o trânsito da Avenida do CPA e da Miguel Sutil. A Jurumirim será usada como binário com a Avenida dos Trabalhadores, que passará (depois da conclusão da Jurumirim) a ser uma via de mão única.

Outra grande obra na região é a duplicação da Av. Juliano Costa Marques, que compreende o trecho entre o Centro de Ressocialização de Cuiabá (antigo Carumbé) e a Av. do CPA.  A obra irá desafogar o trânsito em uma das regiões mais movimentadas de Cuiabá. O valor da obra ficou em R$ 2,4 milhões e terá um trecho de 3.2 km de extensão.

Outra obra bastante avançada é Avenida Jurumirim e as Ruas B, C, D, Minas Gerais e Tancredo Neves (entre as avenidas Jurumirim e Doutor Ulisses Guimarães). A obra está orçada em R$ 1,3 milhão, a construção totaliza quase 1.2 km de extensão. Para a realização desta avenida, houve a necessidade de 15 imóveis desapropriados.

EM BREVE

A Secopa informou que as trincheiras da Avenida Miguel Sutil – Jurumirim, Santa Rosa e Verdão já estão com as ordens de serviço liberadas. A expectativa é que nas próximas semanas sejam iniciadas as intervenções nos locais. O custo total das trincheiras é de R$ 82 milhões (com ICMS).

A trincheira da Jurumirim terá 915 metros de extensão, além de incluir melhorias no trecho compreendido entre a Rua Bela Vista (Jardim Leblon) e a entrada da Avenida Marechal Deodoro, somando 2,4 Km. A trincheira do Santa Rosa  terá 520 metros de extensão, e ainda melhorias no trecho de 2,48 Km entre o Centro de Eventos do Pantanal e a Rua General Ramiro de Noronha.

Por fim, a trincheira do Verdão, com 460 metros de extensão, e as adequações no trecho compreendido entre a Rua Gal. Ramiro de Noronha e a Rodovia Mário Andreazza, somando 2,32 km.

Fonte: Reporter MT

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading ... Loading ...


Deixe um comentário!

Coloque o seu comentário abaixo, ou link de volta a partir do seu site. Pode também subscrever estes comentários via RSS.

Seja cordial. Respeite o assunto do tópico. Não faça spam.

Pode usar estas tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Este blog usa Gravatares. Para obter o seu próprio avatar-globalmente-reconhecido, por favor registe-se em Gravatar.