Artigos

A importância do sorriso

No ambiente de trabalho um sorriso minimiza o stress, na rotina do dia-a-dia estimula a produtividade, a cooperação e a criatividade. Quem não reparou que um sorriso abre portas? Além disso é contagioso, cria um ciclo de positividade. É o chamado sorriso social. É uma forma de comunicação poderosa. É linguagem universal.

Pais se emocionam com o sorriso de um filho, enamorados fazem do sorriso um sinal cumplicidade, um mestre sorri em sinal de aprovação, o vendedor que sorri tem as negociações facilitadas e consequentemente vende mais, em uma sala de espera escolhemos nos sentar ao lado daquele que sorri.

Especialistas em comportamento humano e médicos afirmam que sorrir melhora a qualidade de vida e faz bem para à saúde. Quando sorrimos estimulamos uma glândula chamada hipófise e o organismo produz endorfina, que é um neuro hormônio, o mesmo produzido quando fazemos atividade física, que quando liberada no sistema sanguíneo melhora a capacidade de memória, tem efeito analgésico e de antienvelhecimento e reforça o sistema imunológico.

Hospitais que tratam câncer infantil recebem frequentemente equipes de pessoas fantasiadas de palhaço, provocando o sorriso, diminuindo a dor, o sofrimento.

Ao sorrirmos acionamos mais de trinta músculos faciais e expomos os nossos dentes. Há na literatura relatos de pessoas que eram tidas como arrogantes, ou tímidas, e que após um tratamento odontológico mudaram completamente de comportamento, pois puderam mostrar o seu verdadeiro comportamento. Crianças que tem os dentes acometidos precocemente por cárie criam uma barreira social invisível e tem dificuldade de construir laços de socialização tão importantes para o seu desenvolvimento.

Um cirurgião-dentista tem o sorriso do seu paciente como uma de suas metas, e ele trabalha conservando-o ou reabilitando-o. Os dentes são importantes na mastigação, na fala e também tem a função de nos capacitar para um belo sorriso. Para isso devemos nos atentar para algumas regras que fazem parte do protocolo de conselhos úteis como: visitar o seu cirurgião dentista regularmente (recomenda-se que seja de seis em seis meses), adquirir como hábito fazer escovações após as refeições e ao dormir, evitar alimentos cariogênicos (balas, doces), não fumar e não usar os dentes indevidamente (morder objetos, abrir garrafas), reduzir o consumo de café e alimentos com corantes, dentre outras medidas.

Hoje repare nos sorrisos recebidos e retribua-os! Reserve momentos de sua vida para sorrir!  O sorriso está no manual das regras de sobrevivência do ser humano.

Por: Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista, mestranda do programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva pela UFMT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *