Amazônia Brasil Destaque Ecoterrorismo Meio Ambiente ONGs Sociedade

Porcos Ambientais – Ongs fazem imundice em frente ao Palácio

Ação absolutamente abominável do Greenpeace em fazer uma verdadeira lambança na frente do Palácio do Planalto com críticas infundadas sobre o ocorrido no litoral do Nordeste

A ONG Greenpeace, que como todas as outras se mantinha em silêncio sobre o petróleo venezuelano que sujou o litoral do Nordeste, interrompeu o trânsito na porta do Palácio do Planalto, nesta quarta-feira (23), para protestar contra o principal representante das vítimas da tragédia ambiental: o governo brasileiro.

Fazendo caras e bocas, com expressões raivosas, os manifestantes do Greenpeace sujaram a rua que passa defronte ao Planalto com óleo, areia e pedaços de madeira queimada, e vestindo camisetas com a inscrição “um governo contra o meio ambiente”. Sobre a origem do petróleo despejado no mar, silêncio absoluto.

Governo deveria mandar tropas da Força Nacional em ação de por os membros da ONG para limpeza

As ONG ambientais têm mantido silêncio sobre a tragédia ambiental no litoral brasileiro desde a confirmação, por diversos exames laboratoriais, de que se encontra apenas em poços da Venezuela o petróleo que suja o litoral. A ditadura venezuelana mantém relações amistosas com essas organizações não-governamentais.

Pode explicar a omissão dessas ONGs as conexões partidárias e ideológicas com partidos que se apresentam como “de esquerda”, como o PT, cujos governos drenavam recursos públicos para bancar suas atividades e mantê-las sempre simpáticas às iniciativas daquelas gestões na área ambiental.

O mau humor das ONGs em relação ao governo brasileiro tem a ver com a perda de poder e principalmente do dinheiro farto que era drenado para suas contas, fazendo a pregação do apocalipse em um país que mantém intactas praticamente 70% das matas e florestas.

 

 

 

Da Redação com informações da Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *