Jornal Correio da Semana » Blog Archives

Author Archives: Kadu Rachid

Agronegócio

Dejeto de suínos vira fertilizante

Publicado por

Estação de tratamento

Máquinas de compostagem fabricadas em SC reduzem a poluição ambiental e trazem economia ao suinocultor

 

  Um projeto experimental trabalha para modificar práticas na suinocultura e já apresenta resultados positivos. Por meio de uma máquina de compostagem, desenvolvida em Santa Catarina, os produtores reduzem gastos e favorecem o meio ambiente com o reaproveitamento de dejetos suínos.

Trata-se de uma parceria entre suinocultores e técnicos agrônomos. Os estudos preliminares começaram há dois anos e, em 2009, o projeto foi colocado em prática. 

A empresa Fast Indústria fabrica as máquinas em Capinzal. No acordo, o produtor rural entra com o espaço e a estrutura física e os engenheiros contribuem com o equipamento, sem custo para nenhuma das partes. 

O método funciona atualmente na propriedade de Vitalino Zenaro, em Lacerdópolis, no Meio-Oeste catarinense. A composteira reaproveita o esterco, que ao ser misturado com outras matérias orgânicas, se transforma em fertilizante para a lavoura. 

Na propriedade de Zenaro existe uma criação de 2 mil porcos em terminação, ou seja, os animais estão na fase de engorda, antes do abate. 

Sem a composteira, o produtor aplicava boa parte do seu investimento em adubo e defensivos agrícolas. Além disso, se preocupava com a possibilidade de contaminação do solo e dos lençóis freáticos. 

Agora, com o equipamento fucionando, Zenaro gasta menos com fertilizantes e viu reduzir os problemas típicos da suinocultura. 

“Além de reaproveitar os dejetos dos animais, a máquina terminou com o mau cheiro e diminuiu a proliferação de insetos. A granja, além de ter ficado ecologicamente correta, está mais higiênica”, diz o produtor. 

O engenheiro mecânico Cid Barretta, que faz parte do projeto, lembra que o grande problema do suinocultor é o impacto ambiental. 

“Focamos a solução e buscamos na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) as pesquisas para darmos um destino correto e ecológico para os dejetos”, explica. 

Na granja de Zenaro, a produção diária de cerca de 6 mil litros de dejetos é transportada de forma automática e contínua para dois canteiros de compostagem com três metros de largura e 420 m3 de volume. Adubo pronto para uso em dois meses

 O processo é simples e leva 60 dias.

 “Os dejetos ficam armazenados na esterqueira e são bombeados para a calha de homogeneização. O esterco é misturado com um substrato que pode ser a serragem, cama de aves ou casca de arroz. No final do processo, o produtor tem adubo orgânico, que propicia redução de odores e insetos”, explicou o engenheiro.

 Seis máquinas semelhantes estão em fabricação, ainda de modo experimental. Três delas serão vendidas para o Sudeste e Centro-Oeste.

Novidade

Governador define rumos das ações, pede rigor nas contas e lança PACs

Publicado por

O governador Silval Barbosa informou, na primeira reunião de secretariado, no fim da manhã desta quinta-feira (1º de abril), que fará um governo voltado para o desenvolvimento do Estado como foi o governo Blairo Maggi. Ele pediu rigor absoluto na execução orçamentária de cada órgão, equilíbrio fiscal e que gastem somente aquilo que se arrecadar e que está dentro do planejamento para executar.

“É um ano de fechamento de contas, que precisamos ter o controle interno muito bem apurado e avançarmos somente com recursos em caixa. Nada que não esteja planejado ou que não haja recurso em caixa poderá ser realizado”, argumentou o secretário-chefe da Casa Civil, Eder de Moraes Dias. Equilíbrio fiscal é uma determinação que existe desde o primeiro mandato do governo Maggi que, segundo Eder, “será seguido à risca também no mandato do governador Silval Barbosa”.

Silval Barbosa pediu ainda aos secretários que elenquem todas as prioridades e gargalos dos órgãos para que na segunda-feira (04.04) trabalhem numa solução efetiva de todos estes problemas. “Não é fácil, são muitos problemas que o Estado têm, de uma maneira geral, em função de ser uma máquina grande, mas não podemos deixar com que retraia, tem que seguir a todo vapor e assim será: um governo para frente, ousado e transparente”, assinalou o secretário.

Também na segunda-feira, o governador realiza reuniões específicas com a Saúde e Segurança Pública. Conforme Eder Moraes adiantou, o Estado criará uma espécie de PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Saúde e PAC da Segurança Pública para medidas estruturais e imediatas de forma que a população possa sentir os efeitos do serviço, que o atendimento chegue na ponta.

O Governo buscará com o PAC da Saúde diminuir as filas, fazer um atendimento imediato à população por meio de mutirões e ainda com gabinetes itinerantes pelos bairros de Cuiabá e também no interior do Estado. Para a Segurança, comentou o secretário da Casa Civil, será feito um planejamento das ações imediatas de combate a criminalidade e violência pelo Comando Geral da Polícia Militar e Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp/MT).

“Dar celeridade, pró-atividade e fazer com que isso aconteça de imediato e que a população tenha uma sensação ainda maior de segurança”, conclui Eder Moraes que falou dos investimentos de bilhões na Saúde e Segurança Pública, o que mostra que o Governo é comprometido com essas áreas. “O que precisamos mais é nos comunicar com a população, mostrar aquilo que está sendo feito”, completou.

COORDENADOR

Eder Moraes será o coordenador do secretariado, conforme apresentado nesta primeira reunião. Conforme ele, irá cobrar e estabelecer metas e objetivos em todas as secretarias, além de medir os indicadores de todas elas para cobrar efetivamente aquilo que está planejado. “Para isso estamos colocando um sistema web que interligará as secretarias com o gabinete da Casa Civil, com todas as ações executadas de governo desde 2003 até os dias de hoje”, disse.

A ferramenta disponibilizará um banco de dados com todas as ações do governo, principalmente o que ele fez por um determinado município e ainda a prospecção do que se pretende para aquele Município dentro desse planejamento até 2010.

Secom/MT

Esportes

CBF está perto de decidir com quem ficará a disputada ‘Taça das Bolinhas’

Publicado por

Taça das bolinhas é cobiçada por dois clubes

G1

A Confederação Brasileira de Futebol está próxima de anunciar o clube que ficará com a disputada “Taça de Bolinhas”, que seria entregue ao primeiro pentacampeão brasileiro. Em solenidade na Câmara dos Vereadores de Rio de Janeiro na última quarta-feira, o presidente Ricardo Teixeira confirmou que um estudo está sendo feito para dar um ponto final a essa polêmica.

– Já encomendei ao departamento jurídico um estudo para dar um destino definitivo para a Taça das Bolinhas, Eles é que darão o parecer – disse.
Segundo reportagem do jornal “Lance”, Carlos Eugênio Lopes, diretor Jurídico da CBF, afirmou que já está cuidando do assunto e que o resultado será revelado ainda neste mês de abril.

– Será coisa de dias. Até a metade do mês de abril esperamos ter a questão resolvida. Vamos pegar o arquivo morto da CBF para vermos os documentos. Será um trabalho exclusivamente de pesquisa – disse. 

A taça seria dada em definitivo ao clube que conquistasse o Campeonato Brasileiro três vezes consecutivas ou cinco alternadas. Em 1987, o Flamengo foi campeão do módulo verde da Copa União, e o Sport venceu o módulo amarelo. O regulamento previa cruzamento entre os dois primeiros colocados de cada torneio, mas Flamengo e Inter (o vice-campeão do módulo verde) se recusaram a disputar o quadrangular com Sport e Guarani. A CBF declarou o time de Recife campeão, decisão que foi confirmada em maio de 1994 em uma sentença do Tribunal Regional Federal.

Patrícia Amorim, que esteve presente na solenidade, não quis comentar muito sobre o assunto, mas espera que o resultado seja dado ao clube carioca, ainda mais agora que está em seu comando. 

– Ai, balança o coração, não é? Se isso acontecer, vou acreditar que sou uma presidente iluminada – brincou.