Category Archives: Infraestrutura

Infraestrutura Novidade

Definidos em Cuiabá os pontos de desapropriação para a Copa de 2014

Publicado por

O governo do estado definiu seis dos 17 pontos em que serão feitos os estudos de desapropriação para as obras da Copa de 2014, que tem Cuiabá como cidade-sede. O comerciante Mauricio José da Silva, que tem uma marmitaria na avenida Jurumirim há mais de 30 anos, está na rota de desapropriação.
“Se sobrar espaço, a gente fica aqui mesmo. Se não sobrar, vai ter que caçar outro espaço. Não pode ficar parado. Isso aqui é o ganha-pão da gente”, declarou. Segundo o governo, essas áreas agora passam a ser consideradas de utilidade pública. A partir da próxima semana, os moradores e comerciantes, que possuem imóveis nesses 6 pontos de desbloqueio na capital, começam a receber a visita dos técnicos que irão fazer a avaliação.
O secretário extraordinário Djalma Sabo Mendes Jr. informa como os proprietários devem proceder no caso das desapropriações. “Se houver a concordância amigável, já faremos a publicação do termo de conformidade, transferindo o imóvel para o Estado. Caso ele discorde daquele valor que foi oferecido, o Estado ingressa com uma ação de desapropriação onde fica se discutindo o valor, mas isso não impede de que as obras iniciem.”
Os seis pontos onde haverá desapropriação são: avenida Jurumirim, no trecho entre a avenida Ulisses Guimarães e o terminal do CPA 3; avenida Dr. Meirelles, entre as avenidas Arquimedes Pereira Lima e das Torres; rua das Mangueiras, entre as avenidas Carmindo de Campos e Fernando Corrêa; rua Barão de Melgaço, entre as avenidas Oito de Abril e Miguel Sutil; na avenida Senegal, entre as avenidas Historiador Rubens de Mendonça e Juliano Costa Marques, e na própria Juliano Marques, entre a rotatória da avenida Senegal até a Avenida dos Trabalhadores.

Fonte: G1

Infraestrutura

Governo anuncia R$ 7 milhões de investimentos para construção do anel viário e aeroporto de Sorriso

Publicado por

Nas comemorações dos 25 anos do município de Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá) o governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, visitou a cidade e assinou ordem de serviço para duas importantes obras, a construção do anel viário e o terminal de passageiros do aeroporto municipal, com investimentos de aproximadamente R$ 7 milhões.

A solenidade de assinaturas de convênio ocorreu no Oásis Clube, no centro de Sorriso, após o descerramento da placa de reinício das obras da Escola Técnica Estadual e entrega de 159 casas no bairro Nova Aliança. Silval foi recepcionado em clima de festa, abraçou crianças, conversou com moradores, ouviu reivindicações e acompanhou parte da reunião que discutiu a criação da Zona de Processamento de Exportação.

O anel viário, a maior obra, orçada em 5,9 milhões é uma antiga reivindicação da sociedade da região. Isso porque o fluxo de veículos pesados sairá do perímetro urbano de Sorriso e irá reduzir o índice de acidentes, além de permitir um escoamento da safra com mais tranquilidade, rapidez e segurança. O empresário Paulo Lucion, do frigorífico suíno Nutrigás, explicou que era grande o anseio pelo anel viário. O empreendimento dele vai ser beneficiado por ficar exatamente na rota, o asfalto vai chegar na porta da sua empresa. “É um desejo de todos, empresários, produtores, moradores em geral porque vai melhorar o trânsito da cidade, preservar vidas e diminuir os gastos com asfalto e saúde”, disse o empresário.

O prefeito Clomir (Chicão) Bedin também agradeceu muito o investimento no terminal de passageiro do aeroporto. O Estado investiu quase R$ 2 milhões na obra que irá garantir melhor atendimento aos usuários. “Sorriso está num entroncamento recebendo cada vez mais visitantes, empresários interessados em investir na região e até mesmo as pessoas que precisam do transporte aéreo e esse terminal vai tratá-los com respeito adequado”, disse o prefeito de Sorriso.

O governador frisou que o investimento demonstra o quanto acredita no desenvolvimento dessa região, ele foi mais contundente e disse que acredita em Mato Grosso. “Aqui é o melhor lugar para se viver”, salientou Silval Barbosa.

Sorriso tem hoje a maior área plantada do Estado, é a quarta economia de Mato Grosso e se tornou um entroncamento por estar no centro de duas rodovias federais, a BR 163 e a BR 242 (Leste/Oeste). Os empresários falam até em construir um aeroporto de cargas para atender  a demanda da região produtora de grãos.

Ainda dentro das comemorações do aniversário, Silval Barbosa, visitou a Exporriso 2011. Acompanhado do prefeito Chicão Bedin, do secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar, José Domingos; do secretário de Cidades, Nico Baracat; do deputado federal Wellington Fagundes e do presidente do Intermat, Afonso Dalberto, o governador percorreu os estandes, cumprimentou os visitantes e jantou no estande da Apae de Sorriso.

A presidente da Apae, Dudy Paiva, agradeceu a presença do governador e aproveitou para reivindicar a construção de uma quadra coberta para atender os alunos. Dudy explicou que a prática de esportes contribui muito com o desenvolvimento das crianças e adolescentes. “Temos participado de diversas olimpíadas fora do Estado, todas as vezes com bons resultados”, disse confiante que irá receber o pedido.

O governador embarca nesta sexta-feira (13) para Peixoto de Azevedo e no domingo estará em Nova Canaã do Norte.

 fonte: Secom/MT

Infraestrutura

Moradores receberão visitas de técnicos para avaliação dos imóveis que serão desapropriados

Publicado por

A partir da próxima semana os moradores de seis avenidas de Cuiabá começarão a receber a visita de técnicos para fazer a avaliação dos imóveis que serão desapropriados por causa das obras de desbloqueio para a Copa do Mundo de 2014. Os projetos de intervenção para essas vias estão em fase de licitação e devem começar a ser executados em menos de 60 dias, de acordo com previsão da Agência de Execução dos Projetos da Copa (Agecopa).

O decreto declarando de utilidade pública as áreas, que será publicado no Diário Oficial do Estado, é considerado o primeiro passo para o processo de desapropriação dos imóveis. “A publicação [do decreto] significa que o poder público pode entrar nos imóveis a fim de começar a fazer as avaliações de cada um”, explicou o secretário extraordinário de Apoio às Ações da Agecopa e PAC, Djalma Sabo Mendes.

Os levantamentos começarão a ser feitos nas avenidas Doutor Meireles (Coxipó), Barão de Melgaço (Porto), Senegal (Jardim Aclimação), Juliano Costa Marques (Bela Vista/São Carlos) e rua das Mangueiras (Coxipó). De acordo com o secretário, as visitas dos técnicos do consórcio Diefra/Cappe, que fará o estudo, iniciam na próxima semana.

A quantidade de imóveis que precisarão ser desocupados nesses trechos não foi informada pelo titular da Pasta. No entanto, a expectativa é que a avenida Doutor Meirelles – que inclui parte de bairros como Tijucal e Jardim dos Ipês – concentre a maior quantidade de desapropriações.

As intervenções de desbloqueio vão anteceder as grandes obras do projeto de mobilidade urbana, como viadutos e trincheiras, nas principais avenidas da cidade e vão servir de alternativa ao tráfego intenso dessas grandes vias. Estão previstas mais de 20 intervenções desse tipo.

O Estado trabalha com a estimativa de serem necessárias aproximadamente 1,2 mil desapropriações para a execução de todo o projeto de mobilidade urbana em Cuiabá e Várzea Grande para o Mundial.

LICENÇAS AMBIENTAIS – Na quarta-feira passada, o presidente da Agecopa, Éder Moraes, reuniu-se com representantes do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) para pedir rapidez na análise dos pleitos de licença ambiental de parte dos projetos de mobilidade urbana. Sem as licenças, os editais das obras não podem ser lançados.

A Agecopa considera prioritários os projetos de duplicação das ruas Bela Vista, 1º de Maio e Benedito Camargo e as obras das marginais do Córrego do Barbado. Os processos devem ser analisados até hoje.

 fonte: Diário de Cuiabá